Teoria da Boneca Inflável

Para uma pequena parcela de sortudos que transam praticamente todos os dias e ainda por cima sempre vão à loucura e gozam horrores, desconsiderem o post abaixo, continuem suas atividades e saibam que muitos de nós morremos de inveja de vocês! Contudo, se você faz parte de uma igualmente pequena porcentagem de mulheres, que sentem desejo sexual diariamente, mas não vive num bliss sexual, este post é para você sim. E para o resto que transa mecanicamente três vezes por semana, chegando ou não ao clímax, porém longe de estar vivendo o máximo da sua sexualidade, ou ainda, aqueles que até tem vontade mas morrem de preguiça e quando vê passou dois meses que você não transa.  Prestem bem atenção!

As mais teimosas vão dizer: “eu me acho super-normal, gozo e tudo, sexo não é tudo isso!”. Ok, no primeiro momento você pode achar que sim, mas ter uma experiência sexual na sua totalidade, não é somente poder gozar numa transa. O sexo não é somente “papai e mamãe”, dar uma gozada rápida e voltar a dormir. Isso seria um animal que transa para descarregar o estresse e procriar, ponto. Somos animais sim, porém somos intelectualmente mais desenvolvidos, então essa versão do sexo não nos agrada. No fundo a gente sabe que merece mais!

Muitas mulheres, sem perceber, estão se tornando bonecas infláveis! Vou explicar a minha teoria da “boneca inflável”. Pensem comigo: Estatisticamente a freqüência do casal cai mais de 50% após 5 anos de relação estável. É provável que a qualidade cai bastante também, não é? A minha teoria é um pouco polêmica; mas tenham paciência. Como Sexpert, tenho sido abordada constantemente com perguntas e dúvidas. Uma das coisas que mais me impressiona é a quantidade de vezes que o homem quer transar. Muitas reclamam que o parceiro quer todo dia! Ou dia sim dia não! De novo, para quem tem esse pique, e vivi isso ao máximo, ótimo, sorte sua! Mas para o resto de nós, essa idéia chega a provocar calafrios! O que mais me espanta é a quantidade de mulheres que simplesmente cede, como se fosse mais uma tarefa. Vai fazendo logo, porque o mais rápido que começa, o mais rápido termina! Ainda calcula o tempo para não perder o bloco inteiro da novela.

Pois é, isso não é sexo, isso é o homem apenas fazendo uma descarga, não esqueça que somos animais e a maioria dos homens necessita descarregar, no sentido duplo mesmo, para poder relaxar. Até aí tudo bem, mas tem que descarregar em você? Peraí!? Você é uma boneca inflável? Servir de válvula de escape não dá, não é?! Vamos fazer o seguinte, sem medo de ser feliz ta? Explica para ele que realmente essa freqüência está fazendo você sentir calafrios quando chega a noite…brincadeira, não precisa chegar a tanto! Até porque o maior cuidado que você tem que ter é não ferir o ego dele. Vai com jeitinho.

Enfim, cheguem a um acordo de uma, duas, tres vezes por semana, não importa, o que importa é que, nesses dias, você vai estar totalmente ali, no momento, no clima, animada e empenhada! Ninguém vai ficar pensando na agenda do dia seguinte, nem em que roupa vai vestir na próxima festa hein! Vai estar 100% no clima!

E ele? O que ele vai fazer nos outros dias? Queridas, masturbação é uma atividade saudável e recomendada por médicos, baixa a pressão arterial, previne o câncer de próstata, sem contar que diminui o estresse e problemas de insônia. Então, amiga, compre um filminho pra ele ou vai à um sex shop, tem ótimos on-line. Há masturbadores muito legais que parecem uma pequena mangueira, onde se coloca o pênis e dá uma sensação diferente, tem até alguns que vibram! Sabe qual é a maior reclamação do homem em relação à masturbação? A “bagunça” que deixa. Esses mastubadores tem versões com reservatório. Pronto, problema resolvido! Chega de ser “boneca inflável”! O objetivo é ter prazer com sexo, não ser uma obrigação!!!

Isso também vale para as mulheres que tem um grande apetite sexual, mas não estão usufruindo dele em todo seu potencial. Não se boicotem. Em vez de embarcar na onda de “boneca(o) inflável”, por que não deixa de ser, viu? Aproveite e siga as mesmas regras. Entrar em acordo com relação à quantidade, vai depender do seu caso, as vezes aumenta e as vezes diminui, neste caso, pode parecer estar contrariando o pique sexual de ambos, mas não se esqueça nosso objetivo aqui é a qualidade!

É de extrema importância que a mulher também tenha uma relação saudável com o sexo solo. Para ela é ainda mais importante no sentido de conhecer melhor seu corpo, podendo assim orientar seu parceiro na hora da transa. Outra grande vantagem e começar a descobrir seus desejos e fantasias. Ou seja, nos dias que não vão transar, a masturbação é extremamente indicada! Vai com tudo! Use um vibrador, na internet tem um mundo de contos eróticos para todos os gostos. Vá lá, você vai se surpreender como sua mente pode te levar a um sensação de bliss completamente nova! Mas tem que insistir, hein! Não deixa a frustração vencer!

Os homens que estiveram lendo este post devem estar pensando que eu sou uma feminista louca, vinda direto do inferno para acabar com que resta da sua vida sexual! Queridos, relaxem. Eu estou do seu lado também, pode ter certeza que você vai me agradecer! O homem também tem que aprender a exigir mais do sexo. Uma rapidinha de vez em quando é show! Mas o que acaba acontecendo é que as transas ficam homogenias, você não vê diferença entre uma e outra.  O maior erro dos casais de hoje é achar que o “sexo bom” nunca mais volta, porque sexo bom é aquele que se tem no inicio, quando o casal está cegamente apaixonado. Isso é definitivamente o maior equivoco de todos!

Pode deixar… não vou vim com aquele discurso: “sexo é melhor quando as pessoas se amam, blá,blá,blá”. Você pode estar numa relação há dez anos com uma pessoa e começar a ter relações sexuais muito mais muito mais muito mais… prazerosas, erotizadas e bem mais intensas em todos os sentidos! Vocês tem uma intimidade e uma cumplicidade muito maior, mas isso nem é o fundamental. Vocês estão mais maduros sexualmente e podem se aventurar em novas experiências, aprender técnicas e praticas simples que podem despertar todo um lado que vocês nem sabiam que existia.

A proposta e se divertir! Encarar o sexo com mais leveza. Não ter medo de sair da “zona de conforto” e se arriscar! O que não significa que você tenha que se pendurar pelos mamilos! Cada um tem suas preferências, a questão é que, para descobrir seus desejos, você tem que se aventurar. Um passinho de cada vez. Mude o cenário, inclua um brinquedinho, joguinho, não precisa ser nada complicado, que tal uma venda nos olhos? Traga aquele ar safado de volta, nunca mais você vai querer brincar de “Boneca Inflável”!

Tatiana Presser

Sexpert & Psicóloga

youtube.com/tatianapresser

twitter.com@tatianasexpert

Matéria retirada de: Não, não para…

Sobre Ronchi

Aluno de sonoplastia na SP Escola de Teatro, professor e membro fundador do grupo Cia TeatroSilva e Coordena o PPAC Unifesp (Programa de Pesquisa e Extensão em Artes Cênicas). Participou do processo de criação do espetáculo Bom Retiro 958m do grupo Teatro da Vertigem, Roberto Reiniger e a Filologia das Estrelas da Cia Tragédia Pop e acompanhou o grupo Cia Os Satyros com o espetáculo Inferno na Paisagem Belga ao Festival Mindelact de Cabo Verde. Hoje acompanha os grupos Desvio Coletivo, com o espetáculo Pulsão, Os Satyros, com Inferno na Paisagem Belga e compõe o projeto de ocupação do Espaço Maquinaria com o projeto Restos.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s